O que é Internal Database Backup e sua importância

Você sabe o que é Internal Database Backup?

Consiste em um banco de dados interno que mantém alguns dados como:

  • Qual mídia estão os dados;
  • Resultados dos backups;
  • Restore;
  • Cópias;
  • Objetos e Sessões de gerenciamento.

Também traz informações dos dispositivos e bibliotecas, drives, pools e tudo que é envolvido para a operações da ferramenta.

Essas Informações do IDB permitem rápida restauração, possibilidade de navegar entre diretórios e arquivos como, por exemplo, encontrar a mídia necessária.

Com gerenciamento de fita, você pode controlar os atributos em fita e agrupar da forma que desejar, pools e locais em diferentes bibliotecas e drives de gravação.

Como é divido o IDB Backup?

O Internal Database Backup (IDB) é dividido em cinco partes para diferenciar a maneira de crescimento do banco de dados.

As partes MMDB e CDB são bancos de dados incorporados que consistem em tablespaces. São salvos via logs de transações e são as partes centrais do IDB.

As outras 3 partes DCBF, SMBF e SIBF são arquivos binários e as atualizações são diretas (não há transações nestes)

O que é cada parte e como é o crescimento?

MMDB (Media Management Database)

O MMDB contém informações sobre os drives, libraries, slots, pools, fitas configuradas no ambiente de backup.

O Crescimento desse banco não é grande, a maioria do volume das informações são referentes as fitas.

CDB (Catalog Database)

Este contém informações dos backups, restaurações, cópias, consolidação de objetos e sessões para gerenciamento de mídia. Também contam as informações dos objetos de backup que são copiados.

Os filenames de cada client são adicionados no CDB. Diferente do MMCD a CDB cresce rápido com os nomes dos arquivos. Isso é proporcional ao crescimento e dinâmica do backup, não ao número de backup.O tamanho máximo desses arquivos fnames.dat são de 2GB.

DCBF (Detail Catalog Binary Files)

Aqui são armazenados detalhes sobre os ARQUIVOS.

  • Tamanho
  • Hora & Modificações
  • Atributos e proteção
  • Um arquivo binário DC (detail catalog) é criado para cada mídia utilizada no DataProtector. Quando uma fita é sobrescrita, o arquivo antigo e removido e um novo é gerado. O crescimento dessa parte é maior parte do IDB com cerca de 80%.

    SMBF (Session messages binary files)

    No SMBF é armazenado as mensagens ocorridas durante as sessões de backup, restaurações, e todo gerenciamento em mídia. Um arquivo binário é gerado a cada sessão e os arquivos são agrupados por mês e ano.

    O seu crescimento varia de acordo com quantas sessões são realizadas e número de mensagens por sessão.

    SIBF (Serverless integration binary files)

    Aqui ficam dados do NDMP (Network Data Management Protocol) que são necessários caso seja necessário restaurar objetos. Seu crescimento não é grande. Aproximadamente 3 KB cada apenas.

    Nesta imagem ilustramos cada parte do IDB:

    Partes do IDB

    Configuração IDB, porque é importante

    Todo o IDB precisa de boa localização e organização dos componentes para atender a necessidade de alta disponibilidade e políticas que espelha o crescimento dos bancos.

    Depois disso configurado, é possível gerar relatórios e notificações referentes ao tamanho de cada parte.

    A by Seven por meio de seu serviço de Consultoria Tecnológica também pode auxiliar nesta parte. Com a avaliação da utilização das tecnologias práticas de gestão e melhoraria das práticas adotadas pela empresa, nosso consultor pode identificar as necessidades do cliente, e elaborar um plano de trabalho personalizado.

    Backup do próprio IDB

    Se o seu servidor de backup explodir, e você tiver uma cópia do IDB em uma fita, poderá restaurar todo o servidor de backup.

    Uma vez que esse backup é feito regularmente, você tem uma cópia de tudo que é alterado no ambiente, como sessões executadas e alterações efetuadas nos backups.

    Durante uma sessão desse tipo, backup "internal database", é verificado a consistência da base. Mesmo com esse backup rodando você pode ter outras sessões ocorrendo em paralelo em outros drives de gravação.

    Imagem do mascote da by Seven
    Escrito por

    Colaborador da by Seven

    Jean Peres

    Analista de Infraestrutura Pleno

    Continue lendo em nosso blog